Em qual segmento você atua?

Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino MédioCursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação

atividades de inglês educação infantil

Ensino de inglês na Educação Infantil

Compartilhe >

01/08/2019 - 4 min - Por Amanda Viegas

Diversos são os motivos que motivam o aprendizado de um novo idioma. A facilidade de se conectar com outras culturas requer o desaparecimento de fronteiras linguísticas e por isso o domínio da língua inglesa é fundamental.

O contato com o ensino do inglês na Educação Infantil trabalha para expandir o universo da criança o quanto antes, além de facilitar sua formação em programas educacionais estrangeiros e expandir os limites de seus relacionamentos.

Preparamos este artigo com dicas sobre o que o professor pode fazer para tornar o aprendizado da segunda língua mais natural e eficiente. Confira!


A importância do ensino de inglês na Educação Infantil

Ser fluente em inglês deixou de ser um diferencial e passou a ser um fator decisivo na vida profissional e acadêmica de qualquer pessoa. Estudar o segundo idioma desde os primeiros anos de vida pode ser um fator determinante para a fluência no idioma.

Crianças são como esponjas e absorvem tudo que está ao seu redor. Isso garante que o ensino do inglês na Educação Infantil ocorra de maneira mais natural e com maior facilidade devido a uma maior aceitação e interesse dos alunos.

Além disso, estudos apontam que é entre os 2 e os 4 anos que o cérebro possui uma janela crítica de formação que favorece o desenvolvimento da linguagem. A explicação para isso é que justamente nessa fase as ligações entre os neurônios se desenvolvem para processar novas palavras, portanto a imersão de crianças em um ambiente bilíngue antes dos 4 anos favorece para que elas se tornem fluentes em ambas as línguas.

O ensino de inglês na Educação Infantil contribui para aumentar a concentração em uma atividade. Além disso, estimula o raciocínio, e assim, a aprendizagem do inglês reflete em outras atividades e no desenvolvimento da criança como um todo. Outros benefícios podem ser percebidos com a educação bilíngue:

Melhoria no currículo

O conhecimento da língua inglesa é um requisito importante no currículo para o mercado de trabalho. O ensino do inglês na Educação Infantil aumenta as chances da fluência no idioma. Sendo assim, o que seria um pré-requisito excede as expectativas com uma fluência e desenvoltura maior.

Estimula o cérebro: criatividade, raciocínio e desenvolvimento da concentração

Quanto mais o cérebro se exercita, mais ele se desenvolve. O estudo do inglês na infância estimula diversas funções cognitivas nas crianças, aumentando o aproveitamento em outras disciplinas escolares.

Assim, a capacidade de raciocínio e a integridade do cérebro são beneficiadas pelo processo de aprendizagem. Crianças bilíngues possuem maior capacidade de foco em suas tarefas pois antecipam sua consciência metalinguística.

Ajuda na sociabilidade e autoestima

Estimular a aprendizagem de um segundo idioma nas fases iniciais da educação trazem resultados positivos para o desenvolvimento sócio afetivo do aluno. Com todos os cuidados que o ensino do inglês na Educação Infantil demanda, seus métodos exercitam habilidades que vão além do ensino da língua, aperfeiçoando também práticas de sociabilidade.

Como ensinar inglês na Educação Infantil

Termos em inglês como “game”, “play” e “tablet” fazem parte do cotidiano das crianças e por isso elas estão familiarizadas com parte do idioma. O professor pode aproveitar esses termos para que o processo de ensino-aprendizagem seja o mais natural possível.

Aprender tem que ser divertido na infância e é através de brincadeiras, jogos, músicas e diferentes estímulos que essa aprendizagem pode ser feita. O ideal é que o ensino se dê de formas lúdicas relacionando o que é ensinado com o cotidiano dos estudantes.

Cabe ao educador ter o cuidado de não explorar a leitura e escrita do inglês na Educação Infantil, já que o período de alfabetização da criança precisa ser respeitado. Devido à pouca idade, o ideal é que a abordagem se dê a partir da sonoridade da língua, da mesma forma que ocorre no aprendizado da língua materna: primeiro aprendemos a falar e compreender o que está sendo dito e só depois desenvolvemos a leitura e escrita.

Vários recursos podem ser utilizados para manter a atenção e interesse das crianças. Contar histórias, organizar jogos e brincadeiras, utilizar bonecos e fantoches para ilustrar o que está sendo dito, além de recursos musicais tem sido eficazes Aulas ao ar livre também são bem-vindas, já que os alunos se sentem mais à vontade fora do ambiente da sala de aula.

Com essa abordagem, o ensino do inglês se torna divertido, interessante, prazeroso e principalmente natural. A experiência deve ser prazerosa e as técnicas devem se adequar à idade, de modo que a criança não percebe que está, na verdade, estudando e aprendendo. Todas as habilidades são desenvolvidas com o tempo.

Conclusão

Aprender inglês na Educação Infantil é uma forma de garantir a fluência e a retenção do idioma, além de outros benefícios socioemocionais e o desenvolvimento cognitivo. Para que esses benefícios sejam alcançados é necessário que o ensino seja de forma natural e respeitosa com o desenvolvimento da criança.

Para entender melhor sobre o aprendizado do inglês durante a infância, preparamos um material sobre a idade adequada para iniciar o ensino da língua inglesa:

atividades de inglês educação infantil

Compartilhe >

LEIA TAMBÉM

Em qual segmento você atua?

Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino Médio
CursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação