Em qual segmento você atua?

    Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino MédioCursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação

    Gestão escolar

    Educação do século XXI: desafios da gestão escolar

    Compartilhe >

    06/05/2021 - 6 min - Por Amanda Viegas

    Inúmeros são os desafios da gestão escolar, principalmente levando em consideração o contexto de uma educação do século XXI. Anualmente, as escolas avaliam o seu cenário, verificando quais as necessidades a serem previstas pelo novo planejamento. Garantir o bom funcionamento da escola exige criatividade, dinamismo, dedicação, cooperação de toda a equipe pedagógica, e agora, mais do que nunca, muita resiliência e adaptabilidade!  

    Neste artigo você vai ler sobre os desafios para a gestão escolar em 2021 e como superá-los. Continue lendo! 

    1. Incorporar o ensino híbrido 

    A tecnologia está cada vez mais presente no dia a dia das pessoas, e na educação a situação não é diferente. Com a pandemia em 2020, as escolas precisaram se adaptar rapidamente ao ensino remoto e a integração de recursos digitais foi fundamental nesse processo. Diante desse contexto, a tendência ao ensino híbrido em 2021 tem sido amplamente discutida pelas instituições de ensino e profissionais da área da educação.   

    ensino híbrido reúne as técnicas tradicionais do ensino presencial com o uso de recursos e plataformas digitais, e o verdadeiro desafio das escolas será em compreender que essa metodologia não se resume apenas em disponibilizar tecnologia para os alunos. É necessária uma mudança de paradigmas nos processos pedagógicos e na gestão escolar, de forma que a integração dos recursos digitais potencialize a experiência de ensino-aprendizagem para toda a comunidade escolar.  

    Para uma implementação efetiva do ensino híbrido, é importante escolher o modelo de aplicação que mais se encaixa ao perfil da escola. Eles se dividem entre sustentados, que ocorrem com todos os alunos em sala de aula, e os disruptivos, que permitem também a participação de estudantes à distância.  

    2. Promover o desenvolvimento de professores e colaboradores 

    A educação digital é uma tendência, mas ainda é novidade para muitos educadores que estavam acostumados com os métodos convencionais de ensino. Estudos realizados pela Educainsights indicam que 54% dos professores não cursaram na graduação disciplina específica sobre como usar computador e internet em atividades com os alunos.   

    Para oferecer educação de qualidade é necessário que os professores e demais colaboradores da escola se mantenham atualizados. Para tanto, é fundamental incentivar o desenvolvimento e a participação de todos os membros da equipe pedagógica da escola, promovendo cursos, treinamentos e palestras para formação continuada.  

    Isso porque o cenário educacional – assim como a sociedade em geral – está em constante transformação, de forma que as práticas pedagógicas têm que acompanhar as mudanças a fim de preparar alunos para os desafios do mundo atual.  

    3. Integrar a comunidade escolar  

    Assim como instituições de outros segmentos, a escola precisa de uma gestão eficiente. Porém, no ambiente escolar, essa gestão vai além das questões burocráticas. Um bom gestor educacional sabe motivar sua equipe de professores, estando sempre à disposição para a resolução de possíveis conflitos. Também é necessário criar um clima de cooperação mútua, abrindo-se para a contribuição das partes envolvidas.  

    A gestão escolar também passa pelo bom relacionamento com as famílias dos alunos. De acordo com um estudo realizado pelo ClassApp, 72% dos pais e responsáveis valorizam um relacionamento próximo e participativo com a escola. Dessa forma, torna-se primordial que a escola estabeleça uma boa comunicação com os mesmos. 

    4. Garantir uma boa gestão financeira 

    Quando não existe um controle eficaz ou quando métodos ultrapassados são adotados, há grande possibilidade de a instituição sofrer prejuízos. Dessa forma, garantir uma boa gestão financeira é fundamental para o andamento das atividades. Um dos maiores problemas de uma escola está ligado à imprevisibilidade das matrículas e rematrículas. Reter os alunos antigos é tão importante quanto atrair novos e, para tanto, a escola tem que demonstrar para as famílias o que oferece de diferencial. 

    Nesse sentido, fazer um bom planejamento financeiro é essencial. Com ele é possível fazer projeções de gastos e de receita, viabilizando investimentos e melhorias. Com isso, a escola se programa para o curto, médio e longo prazo de maneira mais eficiente. A escola pode, ainda, buscar diferentes possibilidades de geração de receita para garantir uma boa saúde financeira

    5. Garantir a retenção de alunos 

    retenção de quem já faz parte do quadro discente é tão importante quanto a captação de novos alunos. Além dos benefícios para a gestão financeira da escola, a retenção dos estudantes proporciona outras vantagens, tanto para a instituição, quanto para os próprios alunos.  

    O estudante que continua na mesma escola se adapta ao ambiente, às pessoas e consegue acompanhar a sequência didática e o projeto pedagógico pensado pela instituição. Dessa forma, o aluno se desenvolve de uma maneira muito mais contínua, o que permite que os professores, pais e responsáveis acompanhem a sua evolução.  

    Para garantir a retenção dos alunos matriculados, a escola precisa se atualizar, propondo inovações constantes para a melhoria no ensino, além de soluções que auxiliem a gestão financeira da instituição, mas que também favoreçam as condições financeiras dos pais e responsáveis. Um exemplo é a adoção de soluções complementares, como o ensino de idiomas. Dessa maneira, a escola consegue proporcionar uma formação mais integral e adaptado ao contexto atual, sendo uma excelente forma de atrair e reter alunos.  

    6. Oferecer ferramentas digitais que auxiliem a comunidade escolar 

    Uma perspectiva evidente no cenário atual é um uso muito mais consistente da tecnologia na educação. Com a necessidade do ensino remoto e a tendência ao ensino híbrido, fica muito mais clara a importância dos recursos digitais nas escolas. Mas será que a sua escola já está preparada nesse sentido?   

    Atualmente existe uma série de tecnologias próprias para o uso educacional, que preservam o ensino de qualidade e garantem a segurança no meio online, como plataformas que reúnem os conteúdos e permitem acompanhamento constante do professor, sistemas de ensino que dão suporte aos aspectos pedagógicos e gerenciais, e recursos que oferecem facilidades para os pais e responsáveis com relação a adaptações da escola ao novo contexto.  

    Pensando na temática de tecnologia educacional, resolvemos preparar um e-book sobre como a tecnologia se tornou uma aliada para a continuidade do ensino da língua Inglesa. Baixe-o gratuitamente: 

    Compartilhe >

    LEIA TAMBÉM

      Em qual segmento você atua?

      Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino Médio
      CursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação