Em qual segmento você atua?

Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino MédioCursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação

Gestor escolar

O gestor do futuro: como motivar a formação dos professores

Compartilhe >

13/11/2020 - 4 min - Por Amanda Viegas

A sociedade contemporânea é marcada pelo alto nível de troca de informações facilitada por meio dos avanços tecnológicos. Dessa forma, se torna indispensável que os profissionais se mantenham constantemente atualizados e preparados para as mudanças. Não é diferente disso no contexto educacional, já que para participar da construção do conhecimento, o gestor e os professores precisam estar a par das novidades.  

Nesse sentido, cabe ao gestor auxiliar os demais membros da equipe escolar no decorrer do processo. A formação continuada dos educadores pretende otimizar constantemente as práticas pedagógicas, melhorando assim, a qualidade da educação e a formação dos alunos. Pensando nisso, preparamos este artigo para mostrar a importância e como a gestão pode motivar essa formação dos professores. Confira! 

O papel do gestor escolar 

O gestor é o responsável por administrar a imagem da instituição perante à comunidade escolar. Esse profissional coordena todos os setores da escola e visa a promover um vínculo duradouro e positivo com os demais agentes educacionais: alunos, famílias e membros da equipe. Exercendo um papel de intermediador entre as esferas financeiras, pedagógicas e administrativas, o gestor é também responsável por analisar, elaborar, planejar e implementar projetos e políticas pedagógicas.  

Em relação às funções desempenhadas pela gestão, elas foram se modificando no decorrer do tempo, refletindo às necessidades sociais e à educação. Atualmente, o gestor escolar tem como um dos seus principais objetivos a implementação de inovações dentro da instituição que permita a entrega de um ensino de qualidade. O intuito é preparar e formar estudantes aptos a lidarem com a realidade contemporânea, formando cidadãos responsáveis e capacitados.  

Formação continuada: o que é? 

A formação continuada dos educadores é o processo contínuo dos seus saberes teóricos e práticos. O principal objetivo é promover a garantia da qualidade do ensino, assim como a sua adequação às necessidades contemporâneas. Um ponto a se ressaltar é que de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) a formação continuada se torna obrigatória dentro das instituições.  

Ao contribuir para que a formação contínua dos professores ocorra na escola, diversos são os benefícios dessa prática e vários âmbitos do processo de ensino-aprendizagem dos alunos. Ao entender as novas tendências educacionais e a evolução das práticas pedagógicas, o docente consegue otimizar e aperfeiçoar sempre a sua metodologia e estratégias.  

Como o gestor pode motivar a formação dos professores 

Como dito anteriormente, com o foco na melhora da qualidade do ensino, é relevante que a gestão estimule o aperfeiçoamento constante dos educadores. Uma excelente alternativa é o incentivo através do exemplo, ou seja, o gestor vai motivar os demais membros ao promover o seu próprio processo de capacitação contínua.  

Além disso, é importante que a escola crie um ambiente favorável ao desenvolvimento desses profissionais. Uma dica é criar a cultura do feedback, destacando o bom desempenho e apontando como trabalhar nos pontos necessários. Os educadores podem utilizar de diversas plataformas e tecnologias para promover a sua capacitação, tais como testes, leituras, cursos e treinamentos. Contudo, é fundamental que haja um acompanhamento pedagógico de perto para que seja possível mensurar a evolução de cada professor, traçar planos de ação e avaliar os resultados, constantemente.  

Formação dos docentes e o ensino do inglês 

A formação continuada dos professores possibilita que esse profissional entenda e se adapte às mudanças no cenário educacional. Na medida em que a sociedade e o seu contexto se modificam, as práticas e metodologias de ensino também se alteram. Sendo assim, um docente em uma formação ininterrupta e atualizada, é capaz de melhorar o ambiente escolar, assim como a motivação, desenvolvimento e resultados dos estudantes.  

Falando em mudanças, muitas delas foram ocasionadas em decorrências dos avanços digitais e suas facilitações para o mundo. Em uma sociedade mais conectada e globalizada, a disseminação da língua inglesa foi algo bastante notório. O inglês é comumente o idioma escolhido entre nativos de outras línguas, sendo elo de comunicação ao redor do globo. Devido a isso, até mesmo a condução da aula do inglês se modifica, já que o foco deixa de ser o técnico e a memorização de regras gramaticais para provas e vestibulares.  

No contexto contemporâneo, o domínio da língua se dá por meio da comunicação oral dos falantes. Sendo assim, o aprendizado requer uma formação mais fluída, explorando a naturalidade e oralidade do inglês na sua prática diária. Para que isso seja possível é fundamental que a escola e o gestor invistam na capacitação dos seus profissionais, preparando-os para um ensino atualizado e com qualidade.  

Gostaria de saber outras dicas para a gestão escolar que auxiliam na otimização das práticas pedagógicas e na qualidade do ensino? Baixe gratuitamente o material: 

Compartilhe >

LEIA TAMBÉM

Em qual segmento você atua?

Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino Médio
CursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação