Em qual segmento você atua?

Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino MédioCursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação

Motivos para adotar uma solução complementar

7 motivos para sua escola adotar uma solução complementar

Compartilhe >

22/07/2020 - 7 min - Por Amanda Viegas

A adoção de uma solução complementar de apoio ao ensino é uma possibilidade de extensão do processo de aprendizagem dentro das escolas. Promovendo isso, as possibilidades de aprendizado são expandidas e os alunos podem aprender e se desenvolver de inúmeras formas! São diversas as alternativas, dentre elas atividades socioemocionais, físicas, interativas e mentais. Tudo isso viabiliza que os estudantes tenham uma formação integral, desenvolvendo as competências e as habilidades exigidas pelo contexto contemporâneo.

Pensando na relevância da temática para as instituições de ensino, preparamos este artigo para apresentar 7 benefícios das soluções complementares. Confira!

O que é uma solução complementar?

Pode existir mais de uma definição para o termo “solução educacional complementar”. Entretanto, neste artigo, vamos utilizar o conceito de soluções adotadas por instituições escolares que procuram complementar e aprimorar o processo de ensino-aprendizagem dos alunos. Essas soluções educacionais visam aprimorar a oferta da educação dentro da escola, integrando outros aspectos educacionais e tornando possível uma formação integral aos estudantes.

Falando de ensino integral, esse é um ponto que reflete muito as transformações globais advindas dos avanços tecnológicos na sociedade. A partir dessas mudanças, o contexto escolar também se modificou, assim como as demandas educacionais. Não é mais suficiente a escola ofertar apenas um ensino técnico voltado para as práticas cognitivas. Cada vez mais, as instituições estão se responsabilizando pela formação integral do aluno, os preparando para o mercado de trabalho e para as competências exigidas no século 21.

Levando isso em consideração, a adoção de soluções complementares visa suprir as demandas latentes da educação, complementando as práticas escolares para além do ensino tradicional. Através de soluções e programas complementares, a instituição viabiliza uma educação ainda mais abrangente e preparatória. Dessa forma, os alunos conseguem se desenvolver em diversos aspectos, estando preparados para a realidade atual.

Confira 7 benefícios da adoção de soluções complementares ao ensino:

Vale ressaltar que esses benefícios foram pensados levando em consideração uma normatividade da escola tradicional. Contudo, mesmo em um contexto de escola digital, esses benefícios continuam válidos e os pontos podem ser adaptados para uma realidade virtual, utilizando a tecnologia como suporte para a escola digital. Confira a seguir:

Melhores resultados no processo de aprendizado de conteúdos

Na Educação Infantil os alunos carecem de processos mais dinâmicos para o aprendizado, pois é comum os estudantes, principalmente as crianças, apresentarem características sinestésicas. Ou seja, o uso de movimentos, expressões corporais e manifestações visuais se tornam imprescindíveis para aprenderem o conteúdo.

Assim sendo, disponibilizar uma solução complementar com atividades dinâmicas que estimulam a proatividade dos alunos pode garantir mais interações e compreensão do conteúdo. Logo, ocorre também uma abertura para os discentes participarem mais efetivamente nos processos. Por conseguinte, os estudantes apresentarão resultados mais produtivos e passarão a gostar até mesmo daquelas disciplinas que não se simpatizavam antes.

Continuação do aprendizado fora do período de aula

Sabemos a importância de as escolas adotarem práticas para uma formação integral dos alunos e, para isso, implementar soluções complementares pode contribuir nesse processo. Uma vez que, ao usar a tecnologia com recursos mais atrativos para os alunos, é possível expandir os conteúdos ensinados e incentivar os discentes a estudarem até mesmo fora do período de aula.

As crianças e os jovens de hoje já nasceram em uma realidade virtual, portanto, celulares, computadores, tablets e vídeo games prendem mais a atenção dessa geração. Nesse sentido, a escola precisa adotar práticas que podem ser executadas dentro desses dispositivos e em plataformas mais envolventes para os alunos. Dessa forma, torna-se possível adquirir um engajamento maior dos estudantes e incentivar o desenvolvimento deles de forma natural e integral.

Motivação dos alunos

Outro ponto que contribui para a entendimento fácil de um conteúdo é a motivação dos alunos. Desenvolver processos que produzem estímulos aos estudantes pode determinar o comprometimento e foco, assim como potencializar o processo de ensino-aprendizado. Visto que os educadores tendem a se sentir mais motivados e estimulados a expandir os métodos de ensino, se envolvendo mais com os discentes e aumentando a entrega do conhecimento.

Vale ressaltar que a motivação dos envolvidos pode ser traduzida em satisfação que proporciona resultados mais eficientes, além de estabelecer uma qualidade superior no ensino-educação. Por exemplo, uma turma mais empenhada, adquiri mais responsabilidade e progresso na sua jornada, em consequência, o professor pode ter mais liberdade para preparar processos que vão ajudar e acompanhar a evolução dos alunos.

Promove a autonomia dos estudantes

As novas metodologias de ensino viabilizadas pela tecnologia são uma resposta para os avanços da contemporaneidade, mas também um alinhamento para suprir as necessidades e expectativas de alunos cada vez mais conectados. Em suma, práticas tradicionais não são mais suficientes para capturar a atenção dessa geração e promover seu desenvolvimento.

Ao focar em métodos e práticas de ensino não tradicionais, as possibilidades dos alunos são aumentadas uma vez que isso ocorre de uma maneira mais próxima da realidade do aluno. Ou seja, a adoção de soluções complementares de apoio ao ensino pode viabilizar o desenvolvimento dessa autonomia nos estudantes.  

Viabiliza uma formação integral

São várias as possibilidades e recursos diferentes de soluções e programas complementares. Dentre eles, existem atividades que unem a mente e o corpo, contribuindo diretamente para uma formação integral dos estudantes. Sendo assim, os estudantes conseguem adquirir valores sociais e normas de conduta que colaboram efetivamente para a formação de cidadãos, pessoas e profissionais melhores. Independente da esfera que a escola optar adotar, cada uma delas possuem maneiras de contribuir para esse processo.

Melhor relação de custo benefício

As soluções complementares podem ser uma ótima opção de custo benefício para as famílias. Matricular os filhos em atividades dentro da própria instituição fica mais em conta do que olhar por fora da escola. Além disso, é mais viável para muitos pais e responsáveis que possuem uma rotina atarefada, saber que os filhos estão realizados essas atividades dentro da própria instituição. Ou seja, é uma situação de maior comodidade para a família, que não precisa levar e buscar os filhos em outros locais e ainda contribui para preços mais acessíveis e uma formação mais integral.

Atrativo para as campanhas de matrículas e rematrículas

Nada melhor para reter e prospectar novos alunos do que garantir uma educação de qualidade. Mostrar para as famílias que a instituição se preocupa com a formação integral e desenvolvimento dos alunos é um ponto chave para fidelizar esses estudantes. As soluções complementares, como o próprio nome diz, é uma forma de complementar as práticas pedagógicas.

Atualmente, fornecer ferramentas e caminhos distintos para o discente trilhar é uma maneira garantir que eles estejam prontos para o mercado de trabalho e para as demandas contemporâneas.  A adoção de programas que visam complementar o ensino é sim um diferencial e pode ser usado para ressaltar os benefícios da sua escola!

O que levar em consideração na hora de escolher uma solução complementar?

Como foi visto ao longo do texto, existem vários motivos para uma escola optar por fornecer uma solução complementar para os alunos. O principal objetivo dessa prática é o de viabilizar uma educação mais abrangente e de qualidade para os estudantes. Há programas que buscam implementar tecnologias educacionais, outros são disponibilizados em período contraturno e há também aquelas que pretendem complementar as atividades em sala de aula.

Não há dúvidas que as soluções complementares têm bastante a contribuir para complementar as práticas pedagógicas. Contudo, com tantas possibilidades, pode ficar difícil para a instituição escolher qual delas mais se encaixa no seu contexto e particularidades. Para que então a escola consiga optar por um programa que dialogue com sua realidade, perfil, contexto, é importante que diversos aspectos sejam considerados.

Pensando nisso, resolvemos preparar um material guia para ajudar a escola nesse processo! Para acessá-lo, basta baixar gratuitamente:

Compartilhe >

LEIA TAMBÉM

Em qual segmento você atua?

Educação InfantilEnsino Fundamental 1Ensino Fundamental 2Ensino Médio
CursinhoEnsino SuperiorNão trabalho com Educação